Olá, seja bem-vindo (a)!
Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
NOTÍCIAS
CLIPPING

16-12-2015 | 11:18
Taques recebe parlamentares para debater sobre o Fethab
Na reunião, o Executivo estava representado também pelo secretário chefe da Casa Civil, Paulo Taques, de Infraestrutura, Marcelo Duarte, e de Planejamento, Marco Marrafon.

Gcom-MT

O governador Pedro Taques recebeu os deputados da mesa diretora da Assembleia Legislativa na terça-feira (15) para tratar sobre a votação do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab). Uma mensagem em caráter de urgência para apreciação da reforma da Lei 7.263/2000, relativa ao Fethab, foi encaminhada ao legislativo na última semana pelo governo estadual. Na reunião, o Executivo estava representado também pelo secretário chefe da Casa Civil, Paulo Taques, de Infraestrutura, Marcelo Duarte, e de Planejamento, Marco Marrafon.

Marcelo Duarte destacou que o projeto do Fethab admite emendas e ajustes e por isso é importante a conversa entre os poderes. “O cerne do projeto não está sendo alterado, o que nos agrada, e os ajustes apontados estão sendo prontamente atendidos pelo governo, mostrando nossa flexibilidade de olhar o macro, pensando no futuro de Mato Grosso, que é disso que este projeto trata”.

O presidente da Assembleia, deputado Guiherme Maluf, afirmou que saiu da reunião convencido que não haverá perda para os municípios em relação ao Fethab. “Essa era a maior dúvida que tínhamos e o governador garantiu por escrito que o projeto do Fethab assegurará no mínimo o mesmo valor que foi recebido em 2015. Isso dá uma segurança muito grande para os prefeitos executarem suas obras e planejarem seus orçamentos para o ano que vem”. 

Na última quinta-feira (10.12) uma audiência pública realizada na Assembleia Legislativa apresentou a deputados, prefeitos, produtores rurais e membros da sociedade civil a mensagem do governador Pedro Taques sobre as propostas do novo Fethab. Em 2015, o Fundo arrecadou cerca de R$869 milhões, sendo aproximadamente R$345 milhões oriundos de commodities (soja, algodão e gado) e R$524 milhões de óleo diesel.

Uma das propostas de criação do novo Fethab é o emprego dos recursos arrecadados com as commodities exclusivamente para obras de infraestrutura de transporte, como a manutenção e conservação de rodovias. Já o valor da contribuição do óleo diesel será destinado em sua metade para o estado aplicar em desenvolvimento regional e os demais 50% para os municípios investirem em rodovias, habitação, saneamento básico e mobilidade urbana. A utilização destes recursos será acompanhada por conselhos municipais, que deverão ser criados por municípios.

 

Renata Prata | Gcom-MT
Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso - Sinduscon-MT
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193, Centro Político Administrativo
Centro Sindical do Sistema FIEMT - Cuiabá-MT - CEP: 78049-940 - Tel.: (65) 3627-3020
Anuncie - Política de Privacidade
2014 -Todos os Direitos Reservados
V3 Agência Web