Olá, seja bem-vindo (a)!
Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
NOTÍCIAS
27-08-2009 | 10:34
Governo assina convênio com prefeituras para construção de 748 casas

Um investimento de R$ 2,9 milhões por parte do Governo do Estado e que vai beneficiar 748 famílias com unidades habitacionais do Programa Meu Lar a serem construídas nos municípios de Guarantã do Norte (200 casas), Ribeirãozinho (50 casas), Guiratinga (99 unidades), Primavera do Leste (101), Jangada (99), Porto Esperidião (99) e Nova Mutum (100).



O convênio foi assinado na tarde desta quarta-feira (26.08), no Palácio Paiaguás, entre os prefeitos desses municípios, o governador em exercício Silval Barbosa e o secretário de Estado de Infraestrutura, Vilceu Marcheti.

As casas serão construídas em parceria com o Governo Federal, por meio da Caixa Econômica Federal (CEF), na modalidade “Tô Feliz” (resolução 518 da União, que usa o dinheiro do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço FGTS). Marcheti explica que nesta modalidade o Governo do Estado entra com R$ 4 mil e a CEF com R$ 8 mil por unidade habitacional. “Nos casos de municípios com mais de 20 mil habitantes a Caixa aumenta o repasse para R$ 9 mil. Essas casas fazem parte da meta do Governo do Estado de construção de uma moradia popular por hora, onde devemos construir cerca de 70 mil casas até o final de 2010”, disse o secretário.

O governador em exercício, Silval Barbosa, lembrou que a construção de moradias populares e essa parceria com os municípios é uma ação social, que faz parte das metas do Governo do Estado em fortalecer o municipalismo e integrar Mato Grosso como um todo. “Nós sabemos que as demandas na área de habitação são muito grandes, mas, temos procurado diminuí-la a cada ano, com isso este Governo entra para história como o que mais construiu casas em Mato Grosso e como o que mais conseguiu diminuir as desigualdades regionais e sociais por meio das parcerias estabelecidas”, frisou.


Para o prefeito de Nova Mutum, Lírio Lautenschlager, as parcerias com o Governo do Estado tem sido de extrema importância para o desenvolvimento da região no que diz respeito à infraestrutura. “Nova Mutum abriga hoje centenas de pessoas que foram para lá por conta da instalação dos frigoríficos, mas, a cidade não estava preparada em termos de infraestrutura para comportar essas pessoas. Aos poucos estamos nos adequando nessa área e as parcerias com o Estado tem sido de extrema importância para conseguirmos nos adequar”, disse.

No mesmo ato de assinatura de convênio, foi dada a ordem de serviço para construção de mais 1.292 casas na modalidade PSH (Programa de Subsídio Habitacional), em mais 20 municípios de Mato Grosso.

Fonte: 24 Horas News

Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso - Sinduscon-MT
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193, Centro Político Administrativo
Centro Sindical do Sistema FIEMT - Cuiabá-MT - CEP: 78049-940 - Tel.: (65) 3627-3020
Anuncie - Política de Privacidade
2014 -Todos os Direitos Reservados
V3 Agência Web